Entenda tudo sobre o caso do Gabriel “MiT” Souza!!

Garotas relatam que foram abusadas sexualmente pelo Gabriel MiT Souza, entenda tudo sobre o assunto, começando pelas acusações feitas pelas meninas!

Daniela Li

Na madrugada dessa terça-feira, 5, o ex-técnico e caster do game League Of Legends, Gabriel “MiT” de Souza foi acusado de abuso sexual pela tatuadora Daniela Li, onde relatou que a cerca de seis ou sete anos atrás MiT teria forçado ela a fazer sexo horal nele dentro do seu próprio carro. De acordo com os tweet’s que foram publicados em seu perfil pessoal no twitter, Daniela alega que MiT sempre insistia de ir em um hotel a sos para ambos ficassem juntinhos e sozinhos, mesmo ela dizendo que não se sentiria confortável com a situação. Confira abaixo tudo que Daniela fala!!

“alerta gatilho, abusoIsso é uma das coisas mais difíceis que já fiz na minha vida, mas é algo que me assombra já anos e volta sempre, mesmo eu tentando esquecer de tudo.”
“Eu não ia, mas vou colocar o nome, porque refleti mais e não vale de nada alertar sem de fato alertar: o nome do meu abusador é gabriel, ou mais conhecido como Mit.

“Vou me afastar um pouquinho daqui, tirar uns dias pra não me afetar tanto. Agradeço as mensagens de apoio.”

Ritalina Rosa “Kyurenii”

Após a tatuadora Daniela Li expôr toda história que teve o desgosto de viver com o MiT, a streamer Ritalina Rosa diz em seu perfil no twitter que passou por uma situação parecida com o próprio MiT. Ritalina diz que foi a uma festa na casa da streamer Caju e do jogador Brtt comemorar a virada do ano de 2019 para 2020, e como era ano novo ela decidiu beber para comemorar, porém não esperava que iria acontecer o que aconteceu, acompanhem a nota que ela escreveu:

Na virada de 2019 pra 2020, eu fui passar o ano novo na casa da Caju e Brtt, lá tinham muitas pessoas do cenário e tals. Como era ano novo, resolvi beber pra comemorar, fiquei bêbada e o rolê acabou um pouco mais cedo.

Foi aí que o dito cujo me chamou pra ir em um “rolê de TFT” que tava acontecendo em outro lugar. Eu fui pq como tava acabando cedo lá, eu ainda queria curtir.

Chegando lá eu comecei a passar mal pq tinha bebido e meu estomago é fraco, fui no banheiro, vomitei e voltei pra deitar num puff. E lá eu fiquei. Mais tarde ele me acorda e fala pra irmos na casa dele já que eu tava passando mal e lá eu iria poder descansar. Fui.

Chegando lá eu só queria deitar na cama e dormir pq estava super enjoada, virei as costas pra ele e o mesmo começou a passar a mão em mim. Fingi que já tinha dormido e uma hora ele parou.

No outro dia de manhã, logo quando eu acordei a primera frase que ouvi foi: “Eu fiquei com muita vontade de tirar sua roupa durante a noite, mas pensei que isso seria estu**o, ne?” Comecei a me arrumar pra ir embora e ele ficou insistindo pra ficar comigo.

Insistiu e insistiu até que eu pensei “vou ficar com ele insistiu até que eu pensei “vou ficar com ele pra ele me deixe ir embora e parar de me incomodar”. Aí ficamos. Logo no começo ele me deu um tapão na cara.

Não tinha clima nenhum pra isso acontecer. Fiquei em choque. Fui embora. E ele ficava mandando mensagem pra sair de novo. Não correspondi. Até que recentemente ele começou a se aproximar de uma amiga minha com a intenção de se aproximar de mim (já que eu não respondia as msgs dele) e isso foi admitido pelo próprio, dizendo que era “apaixonado” por mim mas que eu não respondia ele.

Por que será né? Bom, essa é a minha história com essa pessoa, o Mit. Espero do fundo do meu coração que vocês parem de desmerecer as palavras das mulheres que estão sendo vítimas de abuso.

Ao ter seu nome veiculado com o da Riot Games, a empresa se pronunciou nas redes, pois o jogador seria um dos nomes cotados para os talentos da empresa para o CBLOL de 2021.

Nessa manhã, do dia, 5, o Gabriel “MiT” teme seu nome como um tópico dos assuntos mais comentados do twitter após a tatuadora Daniela Li o acusado de abuso sexual. Gabriel era um dos nomes que estava praticamente um dos “casters” cotados para participar do CBLOL de 2021, porém, após todo o ocorrido parece que a Riot decidiu retirá-lo da lista, confira abaixo o pronunciamento.

“A Riot Games informa que o corpo de casters do CBLOL será divulgado nos próximos dias. A empresa confirma, contudo, que Gabriel ‘MiT’ Souza não está entre os talentos contratados para a Temporada 2021 do campeonato”.

Segundo o jornalista e produtor da Globo, Roque Marques, o MiT faria parte da equipe de transmissão da Riot em 2021, porém a empresa decidiu romper com ele após as acusações. Procurada pelo GE, a publisher repetiu o posicionamento de mais cedo, sem especificar quando a decisão foi tomada.

Até então que o próprio Gabriel decidiu se pronunciar sobre as acusações a seu respeito, “A anos atrás eu não tinha maturidade suficiente”.

O streamer Gabriel “MiT” Souza, se pronunciou pela primeira vez após as acusações feitas por várias meninas alegando ter sido alvo de abuso sexual. MiT lançou uma nota através do seu twitter onde informa que a anos atrás quando aconteceu tudo ele não tinha maturidade suficiente para entender! Confiram!

Nota de Esclarecimento.
Sobre o ocorrido.

Há anos atrás, não conseguia encontrar a maturidade de hoje para tratar de um assunto tão importante, com a coragem e a responsabilidade que deve ser tratado.

Muito tempo decorreu para quem se sentiu ferida perceber que ali havia algo que não a fez bem. Estou devastado e envergonhado por não ter percebido que machuquei alguém tão profundamente, não compactuo com abuso qualquer que seja.

Nos últimos anos, tenho evoluído constantemente como ser humano para entender que não há justificativas ou atenuantes para certas situações vividas.

A evolução é um processo lento, constante e não repentino. A dor e a memória só pertencem àqueles que a sofreram, e não cabe a mim diminuí-las ou tratá-las como fatos corriqueiros.

Nunca em minha vida tive a intenção de causar o mal a qualquer pessoa, e acontecimentos como o dessa madrugada são importantes para fazer com que os nossos olhos se abram para situações e desdobramentos que não podíamos enxergar outrora. É muito difícil reparar um momento sem a conversa necessária e desvelamento dos sentimentos.

Que isso não seja tabu para ninguém que está lendo esse desabafo. Deixo nesta nota meus profundos sentimentos por qualquer ferida que eu possa ter causado a qualquer pessoa ao longo dos meus 29 anos de idade, independente do âmbito. Gabriel “MiT” Souza.

Bom, depois que de tudo isso que vocês viram, o que vocês tem a dizer? Deixem sua opinião nos comentários do post lá do instagram/twitter, estaremos vendo todos!

Deixe um comentário

Your email address will not be published.

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar